Geral

Curitiba é destaque na qualidade da gestão de programa federal

Escolas e Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) de Curitiba foram destaque na qualidade da gestão dos recursos do Programa Dinheiro Direto na Escola, o PDDE, referentes ao ano de 2019. (Foto: Lucilia Guimarães/SMCS (arquivo))

Escolas e Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) de Curitiba foram destaque na qualidade da gestão dos recursos do Programa Dinheiro Direto na Escola, o PDDE, referentes ao ano de 2019.

Criado em 1995, o programa federal presta assistência financeira a escolas, em caráter suplementar, para contribuir com a manutenção e melhoria da infraestrutura física e pedagógica, com consequente elevação do desempenho escolar. Também busca fortalecer a participação social e a autogestão das unidades de ensino.

Segundo os dados do Índice de Desempenho da Gestão Descentralizada do PDDE de 2019 do Fundo Nacional de Desenvolvimento (FNDE), a média de Curitiba foi de 8,14. E foram registrados 12 casos de unidades que apresentaram valores superiores a 9,8.

Ao todo, foram avaliadas 391 unidades entre escolas e CMEIs.

“Ficamos muito felizes com o resultado, que mostra o empenho e a dedicação dos nossos gestores. O índice, que vai de zero a dez, mensura o desempenho da gestão descentralizada do PDDE e reconhece as iniciativas exitosas de gestão em todo Brasil. É um orgulho para Curitiba ser destaque”, comentou a secretária municipal da Educação, Maria Sílvia Bacila.

O superintendente Executivo da SME, Oséias Santos de Oliveira, explica que, para atingir bons resultados, as unidades precisam estar atentas às etapas dos programas, como situação da atualização cadastral, recursos recebidos, saldos disponíveis e prestação de contas. 

“A União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime-PR) parabenizou a rede municipal de ensino de Curitiba pela alta qualidade na gestão do dinheiro”, pontuou o coordenador de Recursos Financeiros Descentralizados da SME, Adriano Guzzoni.

Fundo Rotativo

Em junho, escolas, CMEIs e Centros Municipais de Atendimento Educacional Especializado (CMAEEs) receberam a segunda parcela do Fundo Rotativo, programa da Prefeitura de Curitiba que também garante recursos, direto na conta, para a compra de materiais de limpeza, escritório e serviços rotineiros, como troca de vidros e pequenos reparos.