Quatro Barras

Inibindo aglomerações: Guarda Municipal de Quatro Barras fiscaliza pontos turísticos no fim de semana

Município já registra 49 óbitos em decorrência da Covid-19. Autoridades de Saúde dizem que momento é de compreensão e conscientização

A Guarda Municipal de Quatro Barras realizou no último fim de semana uma operação de fiscalização e orientação em pontos turísticos da cidade para inibir a aglomeração de pessoas e o consequente agravamento da pandemia. 

A vistoria foi realizada no sábado (27) e no domingo (28) em vários pontos de visitação. Um dos locais onde a atuação das equipes demandou mais medidas foi na Cascatinha, no Ribeirão do Tigre, na área rural, onde foi constatada a presença de cerca de 80 pessoas, entre famílias com crianças aglomeradas sem o uso de máscaras e sem distanciamento social.

Na mesma região, no Ribeirão do Tigre, após denúncias de moradores, a Guarda Municipal flagrou pessoas aglomeradas, em encontros com carros interceptando as vias rurais, impedindo a passagem do transporte público, com som alto ligado e uso de narguilés. 

Segundo o comandante da GM, Michel Jess, a operação teve caráter orientativo, mas também houve autuações e o recolhimento de veículos irregulares. 

"Estamos realizando este trabalho de prevenção há meses, buscando coibir a aglomeração de pessoas, mostrando à população o risco de contágio para suas famílias e para a sociedade nessas ocasiões. Infelizmente o público mais jovem ainda não tem levado a sério, com relação à festas, encontros clandestinos e aglomerações. Por Quatro Barras ser um município com áreas de chácaras, as pessoas procuram burlar as autoridades, realizando estes encontros clandestinos", afirmou o comandante.

O efetivo também percorreu bares, pontos de concentração já conhecidos, entre outros locais, a fim de orientar a população e desfazer as aglomerações. "Como nosso lema é servir e proteger, vamos continuar com este trabalho na linha de frente, em prol da população de bem e da saúde de todos", concluiu Jess.

Pandemia

Quatro Barras já registra 49 óbitos em decorrência da Covid-19, segundo dados do último boletim da Secretaria Municipal de Saúde. O agravo da pandemia e a escassez de leitos nos hospitais exige uma nova postura por parte da população, conforme afirmado pelas autoridades de Saúde.

A enfermeira do Setor de Epidemiologia da Prefeitura, Fernanda Gruchouskei, diz que o isolamento e o distanciamento social são medidas extremamente necessárias. "O coronavírus só será contido mediante a ação conjunta entre o isolamento social, uso de álcool em gel e máscaras, e a vacinação. A Secretaria de Saúde está adotando todas as medidas para conter o avanço da pandemia, como as campanhas de vacinação, o atendimento da Central Covid, as testagens e exames em massa e as fiscalizações. Mas precisamos sim e muito da população neste momento para que todas estas ações tenham efeito", disse Fernanda.