Geral

Prefeitura faz planejamento de compras e contratações para atender a cidade

As licitações em andamento resultarão na aquisição de equipamentos de proteção individual (EPI) e coletiva (EPC), além de produtos de limpeza, serviço de sanitização das unidades. (Foto: Daniel Castellano/SMCS)

Estão em andamento cinco novos processos de compras e contratações para garantir que a Prefeitura de Curitiba tenha toda a estrutura necessária para o funcionamento de cada serviço disponibilizado pelas secretarias e órgãos aos cidadãos curitibanos, durante a pandemia pelo novo coronavírus.

O acompanhamento para a garantia dos suprimentos necessários é feito pela Secretaria de Administração e de Gestão de Pessoal, conforme as demandas de cada área.

“Quando a pandemia começou, nós não sabíamos por quanto tempo seria. A partir do momento que entendemos, através dos órgãos de saúde, que não seria possível prever a duração da situação de emergência devido ao avanço do novo coronavírus, passamos a planejar com cuidado as medidas municipais para a contenção da covid-19”, explica o secretário de Administração e de Gestão de Pessoal, Alexandre Jarschel de Oliveira.

Ele esclarece que, para isso, foram seguidas as recomendações da Assessoria de Controladoria em Finanças e dos órgãos de controle externo para a preparação das novas contratações por licitação.

“Permitimos ampla concorrência, garantindo os mesmos critérios de qualidade e prazo de entrega dos bens e serviços, pensando nos meses que ainda virão e na importância do combate à disseminação do vírus e proteção dos servidores. Ao mesmo tempo, temos que ter agilidade para que tudo funcione rapidamente”, completa Jarschel.

As licitações em andamento resultarão na aquisição de equipamentos de proteção individual (EPI) e coletiva (EPC), além de produtos de limpeza, serviço de sanitização das unidades, da frota oficial e outros insumos fundamentais na rotina de trabalho dos servidores municipais e outros específicos para o enfrentamento da pandemia. Só nesta etapa, o investimento será de R$ 5,2 milhões.

A Prefeitura de Curitiba já havia comprado máscaras, protetores faciais, luvas, álcool, sanitizantes, desinfetantes, dentre outros produtos, e contratado a sanitização de mais de 1.100 unidades municipais, além de pontos de ônibus e estações-tubo, num montante de mais de R$ 2,5 milhões.

Além deste investimento, a Secretaria Municipal da Saúde aplicou mais de R$ 12,7 milhões na compra de equipamentos de proteção individual e insumos para a proteção dos servidores da Saúde.

De forma integrada, a Superintendência de Administração organiza os fluxos de compra, orienta as demais secretarias e contribui para o funcionamento de todas as áreas com qualidade.

Transparência

O cidadão pode acompanhar as compras feitas pela Prefeitura de Curitiba para o enfrentamento ao coronavírus pelo Portal da Transparência.

Há um site exclusivo sobre o novo coronavírus, para prestar informações de forma clara e direta, com uma área específica para as despesas relacionadas ao combate da pandemia, com os gastos detalhados de cada pasta.