Geral

Unicórnio curitibano, Ebanx fará novas contratações até o fim do ano

Prefeito Rafael Greca recebe os sócios do Ebanx em seu gabinete. (Foto: Daniel Castellano / SMCS)

A startup curitibana Ebanx - primeiro "unicórnio" do Vale do Pinhão e do Sul do País - vai contratar 200 novos funcionários até o fim do ano. O anúncio foi feito por Alphonse Voigt, cofundador e CEO da fintech que acaba de entrar na lista das empresas de tecnologia avaliadas em mais de US$ 1 bilhão, chamadas de unicórnios.

“Deveremos fechar o ano com 800 colaboradores”, revelou o executivo, durante encontro com o prefeito Rafael Greca, na quinta-feira (18/10). Atualmente, o Ebanx tem 600 empregados, a maior parte na capital.

“É um orgulho para Curitiba ter um dos nove unicórnios do Brasil e um dos 340 do mundo. O Ebanx é símbolo da vitória do trabalho e da criatividade”, afirmou o prefeito. Até o momento, todas as empresas do país que chegaram à marca eram de São Paulo e do Rio de Janeiro.

Greca destacou ainda que a startup curitibana é exemplo para todo o Vale do Pinhão, o movimento da Prefeitura e do ecossistema de inovação para levar o desenvolvimento sustentável para toda a cidade.

 “A partir da nossa Curitiba, Ebanx criou uma solução de pagamento única no mundo e, por isso, está conquistando não só o mercado brasileiro, mas de vários países da América Latina”, disse o prefeito.

Líder em serviços de processamento de pagamentos, o Ebanx é conhecido por uma solução que ajuda empresas estrangeiras como Airbnb, Spotify e Aliexpress a vender no Brasil e América Latina com pagamentos em moeda local, principalmente, por boleto bancário. Seu público-alvo são consumidores que não conseguem comprar produtos e serviços de empresas internacionais por não terem cartão de crédito.

O Ebanx passou a ser um unicórnio após receber recursos do FTV Capital, fundo de investimento do Vale do Silício (EUA). Mas Voigt contou para Greca que, atualmente, o Ebanx é a única startup unicórnio do Brasil ainda controlada por seus fundadores, que detém 75% da companhia. Hoje, a empresa curitibana tem como sócios, além de Voigt, Wagner Ruiz, João Del Valle e André Boaventura.

Crescimento

Com previsão de dobrar o volume de processamento este ano em relação a 2017, para mais de US$ 2 bilhões, o Ebanx decidiu tomar o aporte para acelerar seu crescimento, reforçando o time em Curitiba e outros escritórios, nas áreas de vendas, marketing e TI, e a expansão para mais mercados da América Latina.

Também participaram do encontro André Boaventura, sócio e diretor de Marketing do Ebanx; o vereador Pier Petruzziello, líder do Governo na Câmara Municipal; Cris Alessi, presidente da Agência Curitiba de Desenvolvimento; Ana Cristina de Castro, presidente da Fundação Cultural de Curitiba; e Luiz Fernando de Souza Jamur, secretário municipal de Governo e presidente do Ippuc.