Geral

Vale do Pinhão cresce e consolida Curitiba como uma das cidades mais inteligentes do mundo

Smart City Expo Curitiba. (Foto: Luiz Costa/SMCS)

O Vale do Pinhão foi responsável, nos últimos três anos, pelo maior movimento da história de Curitiba para tornar a capital referência em smart city (cidade inteligente) e em desenvolvimento sustentável do país.

Em 2019, veio o reconhecimento internacional da iniciativa da Prefeitura e do ecossistema de inovação. Finalista do World Smart City Awards 2019, o Vale do Pinhão conquistou para Curitiba o título de uma das seis cidades mais inteligentes do mundo.

"As ações promovidas pelo Vale do Pinhão levaram a este reconhecimento internacional da capital, além de ter ajudado a recuperar o DNA inovador da capital e ter contribuído para que Curitiba voltasse a ter um ambiente mais favorável a investimentos dos empresários", comemora Cris Alessi, presidente da Agência Curitiba, órgão ligado à Prefeitura responsável por promover as políticas de empreendedorismo e inovação do município.

"As ações promovidas pelo Vale do Pinhão, levaram a este reconhecimento internacional, além de ter ajudado a recuperar o DNA inovador da capital e ter contribuído para que Curitiba voltasse a ter um ambiente mais favorável a investimentos dos empresários", comemora Cris Alessi, presidente da Agência Curitiba, órgão municipal responsável por promover as políticas de empreendedorismo e inovação do município.

As principais ações incluem: a segunda edição do Smart City Expo Curitiba; a regulamentação da Lei de Inovação; a criação do Fundo de Inovação; a desburocratização da abertura de empresas;  a ampliação de ações para revitalização de áreas urbanas, como o Rosto da Cidade e a nova Lei de Zoneamento, Uso e Ocupação do Solo de Curitiba; lançamentos de aplicativos da Prefeitura que facilitam o dia a dia do cidadão, como o Curitiba APP e o 156; e a retomada de programas municipais como Tecnoparque e  Bom Negócio. 

Impacto no emprego

A melhora no ambiente de negócios da cidade já se reflete, inclusive, na recuperação do mercado de trabalho em Curitiba. Entre janeiro e outubro deste ano, a capital gerou 22.256 empregos com carteira assinada, segundo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério da Economia. Foi o melhor resultado desde 2012. Na comparação com o mesmo período do ano passado, o volume é 33% superior aos 16.702 empregos gerados.

Além disso, o ambiente mais favorável vem contribuindo para a retenção de empresas na cidade. “Empresas como a curitibana Ebanx, primeiro unicórnio do Vale do Pinhão e do Sul do País, sabem que podem investir em Curitiba e já estão contratando mais colaboradores para conquistar novos mercados sem sair daqui”, exemplifica Cris, em referência a fintech que em 2019 entrou para a lista das empresas de tecnologia avaliadas em mais de US$ 1 bilhão.

Inova VP

Na avaliação da presidente da Agência Curitiba, Curitiba está pronta para dar um salto ainda maior como cidade inteligente e no desenvolvimento sustentável com a criação do Fundo de Inovação (Inova VP), sancionado em novembro passado pelo prefeito. Previsto na Lei de Inovação, o Inova VP irá destinar R$ 10 milhões a projetos de inovação e pesquisa científica e tecnológica na capital. Startups e empreendedores de impacto social, tecnologia e cidades inteligentes poderão requerer recursos no início de 2020.

“Como sempre reforça o prefeito Rafael Greca, a inovação só vale quando se transforma em processo social, e o Inova VP nasce para que mais empreendedores desenvolvam tecnologias que melhorem o dia a dia dos cidadãos”, diz Cris Alessi.

Maior evento do setor

O ano começou com a realização da segunda edição Smart City Expo Curitiba, maior evento de cidades inteligentes do mundo, apoiado pela Prefeitura. O fórum internacional, realizado nos 21 e 22 de março, no Expo Barigui, recebeu 6,7 mil visitantes nacionais e internacionais, um crescimento de 25% em relação ao público de 2018.

“Além de ter colocado Curitiba na vitrine das cidades inteligentes, com a presença de 85 palestrantes de 80 cidades brasileiras e 40 países, o Smart City Expo Curitiba 2019 teve como destaque o Smart Plaza, espaço do Vale do Pinhão no evento, que sintetizou como o movimento está interagindo com a cidade”, recorda Cris. 

A terceira edição do Smart City Expo Curitiba já está confirmada para os dias 26 e 27 de março de 2020.

Tecnoparque

Relançado em 2018 pela Agência Curitiba, o Curitiba Tecnoparque beneficia com desconto de 5% para 2% no Imposto Sobre Serviços (ISS) empresas que investem em tecnologia e inovação para melhorar a performance e contratar mais. Ingressaram em 2019 empresas em grande crescimento no país como Juno, MadeiraMadeira e Olist, que só este ano receberam mais de R$ 690 milhões em investimentos de fundos internacionais. 

Atualmente, são 98 empresas beneficiadas pelo programa, que juntas faturam R$ 4,1 bilhões e geram 8,1 mil empregos diretos na capital.

“O benefício fiscal do Tecnoparque é muito importante para o crescimento da empresa e vamos usar esse ganho financeiro para aumentar nossa equipe", afirma Matheus Bernert, CEO da fintech Juno, startup da capital que oferece uma plataforma digital de serviços financeiros e ingressou no programa em 2019.

Bom Negócio

Também retomado pela atual gestão da Agência Curitiba, o programa de educação empreendedora Bom Negócio aderiu ao conceito do Vale do Pinhão e passou a oferecer, desde o segundo semestre de 2018, jornadas empreendedoras de alto impacto divididas em aulas à distância e presenciais.

Em 2019, em parceria com instituições de ensino, órgãos de classe e fomento e especialistas em gestão, o Bom Negócio - Vale do Pinhão preparou 3.584 pessoas para um novo olhar sobre gestão empresarial. Deste total, 417 alunos concluíram todas as etapas da capacitação e receberam certificação do programa em 2019.

“No modelo de educação empreendedora, proposto pelo novo Bom Negócio, micro e pequenos empreendedores convencionais e de alto impacto (startups) de Curitiba foram capacitados nas áreas de gestão e estimulados a usar a tecnologia como aliada do crescimento”, esclarece Cris.

Além disso, os empreendedores criam a cultura do compartilhamento de ideias e apostar na economia criativa e colaborativa como estratégia de desenvolvimento.

Programa Empreendedora Curitiba

A escolha em novembro das vencedoras do Prêmio Empreendedora Curitibana 2019 fechou com chave de ouro um trabalho que teve início em 2018. Desde o ano passado, capacitações gratuitas foram oferecidas para cerca de duas mil mulheres.

Palestras e workshops buscaram estimular o desenvolvimento das ideias empreendedoras e apoiar às mulheres para inovação, para o autoconhecimento e para a gestão estratégica.

As vencedoras, nas três categorias, do Prêmio Empreendedora Curitibana 2019 foram Elaine Cristina Imbiriba (Micro e Pequena Empresa), Carla Delponte Barbosa (Microempreendedora Individual) e Sandra Regina Marchi (Ideias).

MEIs

Porta de entrada para quem sonha em abrir o próprio negócio e se formalizar em Curitiba, os Espaços Empreendedor, administrados pela Agência Curitiba nas Ruas da Cidadania da Prefeitura, ampliaram a oferta de serviços, de capacitações e a estrutura em 2019.

Em abril deste ano, a Regional Tatuquara ganhou sua unidade própria, que em apenas seis meses atendeu mais de dois mil moradores de bairros como Caximba, Campo do Santana e Tatuquara.

Nos nove Espaços Empreendedor, mais de 77 mil microempreendedores individuais (MEIs) foram atendidos e as capacitações mensais, realizadas nas Ruas da Cidadania e na sede da Agência Curitiba, no Rebouças, reuniram cerca de 3 mil empreendedores em 72 turmas de cursos de gestão, marketing digital, compras públicas, inovação em diferentes áreas e rodadas de negócio.

Além disso, a partir de novembro deste ano, os Espaços Empreendedor passaram a oferecer microcrédito para quem precisa investir no negócio. Com a parceria entre a Agência Curitiba e a Fomento Paraná, os empreendedores de Curitiba agora têm acesso a financiamentos entre R$ 1 mil e R$ 20 mil, conforme avaliação cadastral.

“Com a oferta do microcrédito nos Espaços Empreendedor estamos fechando um ciclo. Já oferecíamos orientação e capacitação gratuitas para os MEIs. Agora, eles também têm acesso a crédito produtivo”, destaca Cris.

O microcrédito está sendo oferecido, inicialmente, nos Espaços Empreendedor das Ruas da Cidadania do Fazendinha, Boa Vista e Boqueirão.

Conexões, Business Round e Paiol Digital

As ações do Vale do Pinhão não dependem apenas do poder público, mas sim de uma interação entre todos participantes do ecossistema. Por isso, a Agência Curitiba aprofundou em 2019 sua missão de realizar a conexão de todo o ambiente empreendedor e de inovação, por meio de fóruns, palestras, seminários e workshops –  todos gratuitos.

Foram mais de 91 eventos, que reuniram cerca de 20 mil participantes, entre empreendedores e especialistas em inovação, com destaque para as 11 edições do ano do Paiol Digital, que reuniu 1.900 pessoas e transformou o icônico Teatro do Paiol em um grande fórum de apresentação de cases de sucesso de soluções que melhoram o dia a dia das pessoas; e o Conexões Vale do Pinhão, que em dezembro lotou o Teatro Guaíra de empreendedores que foram ouvir nomes como como Alphonse Voigt, fundador da startup curitibana Ebanx, e Camila Farani, investidora-anjo do programa Shark Tank Brasil.

Além disso, as seis edições do Business Round, evento gratuito que une happy hour, rodada de negócios e pitches para investidores, reuniu mais de 600 empreendedores em espaços inusitados, como bares e restaurantes.

Do total de 15 mil participantes dos eventos gratuitos do Vale do Pinhão, só o Engenho da Inovação, sede da Agência Curitiba, no Rebouças, recebeu mais de 7 mil pessoas em 72 eventos voltados à capacitação e conexões sobre temas como o Transformação Digital nas temáticas de Saúde, Direito, Finanças, Mobilidade, Educação, Saúde, Comunicação e Marketing, Encontro de Lideranças do Vale do Pinhão, entre outros.

Worktiba e Fab Lab

Ao longo de 2019, a Agência Curitiba ainda agiu em diferentes frentes, coordenando, apoiando ou dando mentoria a ações de inovação e reabilitação urbana da própria Prefeitura e de integrantes do ecossistema.

A inauguração em março do Worktiba Cine Passeio é um exemplo desta união para revitalização do Centro, assim como apoio a hubs privados de startups como o Campus Rebouças de Inovação e Aceleração (CRIA), Hotmilk, Distrito, Aldeia e BlueJack.

A Agência Curitiba ainda participou ativamente da elaboração da nova Lei de Zoneamento, Uso e Ocupação do Solo de Curitiba, sancionada em outubro deste ano. A nova legislação incentiva a construção de moradias em áreas infraestruturadas, como a região central da cidade, e também na agora chamada "Zona de Uso Misto do Vale do Pinhão", com a oferta de parâmetros diferenciados para o estímulo de uso misto em densidade média-alta (de 80 a 200 habitações por hectare). A zona especial abrange a região próxima ao Centro tradicional contida entre o Eixo da Marechal Floriano, Eixo Estrutural Sul e Linha Verde.

A abertura do primeiro Fab Lab público de Curitiba, espaço integrado ao Liceu do Ofício e da Inovação da Rua da Cidadania do Cajuru, em março deste ano, é um exemplo do apoio da Agência Curitiba a ações dentro da Prefeitura. O espaço é ligado à Fundação de Ação Social (FAS Trabalho) e segue o conceito do Vale do Pinhão, ofertando laboratório de fabricação por prototipagem. 

Usuário

Os usuários da estrutura e dos serviços oferecidos pelo município sentem a diferença desse apoio desenvolvimento de seus negócios.

“Estar no Worktiba, receber as mentorias da equipe do coworking e o network dos eventos do Vale do Pinhão me ajudaram a desenhar o aplicativo e ter certeza que ele vai ter escalabilidade”, diz Maxon Prestes, empreendedor e um dos sócios da BJJ Progress, startup curitibana instalada no Worktiba Cine Passeio. Ele criou um aplicativo para facilitar o encontro entre praticantes de jiu-jitsu.

Curitiba App e carros elétricos


Outros projetos inovadores do município, como os aplicativos Curitiba APP, 156 e Urbs Táxi Curitiba, cadastro on-line para creches, novos Faróis do Saber e Inovação, Rosto da Cidade (de renovação do Centro Histórico), o inédito Liceu de Ofícios Criativos (para artesãos), a Fazenda Urbana do Cajuru e isenção de EstaR para carros elétricos também são ações do Vale do Pinhão que foram importantes nos avanços registrados no Vale do Pinhão em de 2019.

 

Confira mais ações, reconhecimentos e números da Agência Curitiba e do Vale do Pinhão em 2019:

- Curitiba conquistou o título de uma das seis cidades mais inteligentes do mundo ao ser finalista do World Smart City Awards 2019, premiação promovida pelo Smart City Expo World Congress, maior evento de cidades inteligentes do mundo, realizado anualmente em Barcelona, na Espanha. Foi a segunda vez consecutiva que Curitiba integrou a lista de finalistas, sendo que, neste ano, disputou a categoria principal do prêmio: o City Award (Prêmio Cidade). Em 2018, a capital paranaense disputou a categoria Ambiente Urbano com o programa Horta do Chef, que incentiva agricultores urbanos a venderem parte dos alimentos que cultivam a restaurantes da cidade.  Na edição 2019 do prêmio, Curitiba foi selecionada entre mais de 400 projetos desenvolvidos por governos, empresas, centros de pesquisa e startups de 54 países por seu movimento Vale do Pinhão.

- Além de receber o título de uma das seis cidades mais inteligentes do mundo, Curitiba voltou a integrar este ano a lista das 21 comunidades mais inteligentes do mundo de 2020 do Intelligent Community Forum (ICF), ranking também formado por cidades como Filadélfia (EUA), Adelaide (Austrália) e Winnipeg (Canadá). É o segundo ano consecutivo que a capital paranaense figura no seleto grupo internacional. O ICF (Intelligent Community Forum ou Fórum de Comunidades Inteligentes) é uma organização sem fins lucrativos para pesquisa de políticas de cidades inteligentes, focada na criação de empregos e desenvolvimento econômico sustentável.

- Curitiba conquistou outros reconhecimentos nacionais e internacionais este ano: a Agência Curitiba recebeu o Selo Sesi ODS 2019, de  boas práticas em prol dos Objetivos do desenvolvimento Sustentável da ONU; o Vale do Pinhão ficou entre os três finalistas no Smart City Latam 2019 (Puebla, México), maior premiação de cidades inteligentes da América Latina; a capital recebeu o prêmio InovaCidade 2019 pelos Faróis do Saber e Inovação; o Programa Empreendedora Curitibana ficou no 2º lugar do Prêmio Cidades Sustentáveis (médias e grandes cidades); a cidade foi vencedora do prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor, na categoria Cooperação Intermunicipal para o Desenvolvimento Econômico, com o Programa de Desenvolvimento Produtivo Integrado da RMC (Pró-Metrópole) e a capital recebeu o prêmio Agente de Desenvolvimento 2019, na categoria Ouro, do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-PR).

- A Prefeitura e a Renault fecharam parceria para testes, em comodato, de carros elétricos pela Agência Curitiba. A agência ainda fechou acordo com a Copel para o início de estudo de implantação de infraestrutura de eletropostes para a cidade, fundamental para a implantação no futuro do serviço de carsharing de carros elétricos na capital.

- Assinatura, em outubro, do termo de cooperação entre a Agência Curitiba, o Sebrae/PR e a Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Curitiba (Assomec) para o mapeamento do Ecossistema de Inovação da Grande Curitiba. O levantamento será divulgado até março de 2020. Um primeiro levantamento feito pela Agência já está disponível no site do Vale do Pinhão.

- Em março de 2019, o Espaço Empreendedor Fazendinha Cajuru conquistou o Selo Ouro de Atendimento Sebrae/PR 2018. Os outros sete Espaços receberam o Selo Prata. A premiação reconhece as unidades de todo o Paraná pelo desempenho e qualidade de atendimento aos MEIs.

- Dos 77 mil atendimentos a microempreendedores individuais (MEIs) nos nove Espaços Empreendedor da Prefeitura, 30 mil foram consultas comerciais e cerca de 8 mil foram para pessoas que foram formalizadas ou tiveram seus alvarás definitivos entregues.

- Em 2019, 900 pessoas participaram das duas edições semestrais do Mutirão do MEI (500 no Parque Barigui e 400 no Mercado Municipal), onde tiveram a oportunidade de se capacitarem em seminários sobre gestão, tecnologia, negócios inovadores, organização de finanças e imagem pessoal, além de terem acesso a diversos serviços do município e estado, além de instituições financeiras tudo num mesmo local.

- Em março, a 1ª Feira de Inovação, em pleno calçadão da Rua XV de Novembro, reuniu startups, universidades, representantes da economia criativa e projetos da Prefeitura.

- A Feira do Empreendedor Bom Negócio, em julho, reuniu mais de 60 expositores e 5 mil visitantes no Parque Barigui.

- O 1º Festival de Empreendedorismo do Vale do Pinhão (VP Fest) ocorreu, em dezembro, no Parque Barigui, e reuniu dois mil participantes. O evento teve feira com 70 expositores, 700 produtos à venda, palestras, mentorias, comidinhas e shows.

- Inaugurado em março de 2019, o espaço Worktiba Cine Passeio reúne hoje 30 startups, que têm acesso a eventos, mentorias e conexões para desenvolvimento do seu projeto.  Além do coworking gratuito no Cine Passeio, a capital conta com o Worktiba Barigui, inaugurado em 2017, que reúne 35 coworkers. No total, já passaram 87 startups pelos worktibas da cidade

 - O Tecnoparque promoveu, em 2019, 13 oficinas para auxílio às empresas no desenvolvimento de projetos, com a participação de mais de 40 empresas interessadas em ingressar no programa.

- O Vale do Pinhão e a Agência Curitiba também apoiaram 114 eventos privados em 2019. Palestras, seminários e workshops atraíram 28.870 pessoas que foram buscar novos conhecimentos e experiências.