O beijo do Diabo – A Cultura de Dória dá palco a Greenwald, espanta aliados e revela o óbvio

A TV Cultura de João Dória, na mesma semana que afaga o Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, está causando malestar entre seus aliados. Uma enxurrada de telefonemas e e-mails está chegando em seu gabinete, reclamando do convite feito ao jornalista Glenn Greenwald, o Verdevaldo, para participar nesta segunda-feira do programa Roda Viva. Os argumentos dos aliados de Dória contrários ao convite, são os mais variados possíveis, o que mais tem pesado na revolta é o fato de que Verdevaldo é signatário do roubo de mensagens de autoridades do Brasil, maior crime virtual da história brasileira. Causa estranheza, pois o própria Dória já foi vítma das mentiras do Intercept.
 

Além disso, pesa ainda contra o jornalista a aproximação com o ex-presidente Lula, com quem esteve dias antes das postagens do The Intercept Brasil. Glenn também era dono de uma empresa pornográfica que aliciava jovens das favelas do Rio de Janeiro para produção de filmes pornográficos. Em um dos filmes é possível até ouvir a voz do americano.

Dória não pode nem se fazer de desentendido, pois José Roberto Maluf, presidente da TV Cultura é velho conhecido do governador. Foi tudo orquestrado. Agora resta saber se Maluf está dando “Bypass” em Dória ou se o próprio Dória está dando palco aqueles que que querem minar a Lava Jato e Sérgio Moro. Seria distração ou fogo amigo?