Geral

Escola da rede privada apoia o desafio "verde" lançado pela Prefeitura

Prefeito Rafael Greca visita a Escola Tistu, no Campo Comprido. (Foto: Pedro Ribas/SMCS)

A Escola Tistu, que atende cerca de 800 crianças e estudantes da Educação Infantil e Ensino Fundamental nas suas três sedes em Curitiba, deve integrar em breve o desafio 100 Mil Árvores. Lançado em setembro, o projeto da Prefeitura quer alcançar a marca de 100 mil árvores plantadas na cidade em um ano.

Nesta sexta-feira (8/11), o prefeito visitou a unidade Tistu no Campo Comprido e falou sobre o desafio, que empolgou as crianças, já engajadas em projetos de educação ambiental e inclusão. Até agora, foram plantadas 20.028 mudas de árvores na cidade com ajuda da comunidade.

Milena Rodrigues de Oliveira Silva, 5º ano, apresentou a escola ao prefeito e falou sobre redução do uso de plástico e reciclagem. “Nossa escola se preocupa com essas questões”, disse Milena.

Greca contou que Curitiba foi uma das primeiras cidades a separar o lixo e lembrou que a Prefeitura também reduziu o uso do plástico. “Em nossas escolas da rede municipal também temos um trabalho constante de educação ambiental”, explicou o prefeito, que respondeu a diversas perguntas das crianças, inclusive sobre o uso de energia limpa.

“Instalamos painéis solares na sede da Prefeitura, o Palácio Solar 29 de Março, e agora aproveitamos a energia que vem do sol”, disse.

O prefeito foi recebido pelo fundador da escola, o advogado Affonso Vicente Lopes, e pela filha dele e uma das responsáveis pela instituição, Márcia Lopes Assad, que estudou com o prefeito na Escola Tia Paula, durante o Ensino Fundamental. Atualmente são responsáveis pelo Tistu, além de Affonso e Márcia, Sandra Lopes Machado, Germano Lopes Assad e Daniel Lopes Machado.

Como participar

Qualquer pessoa pode participar do desafio 100 Mil Árvores, é só buscar a muda no Horto Municipal da Barreirinha (Avenida Anita Garibaldi, 5550), de segunda a sexta-feira, das 13h às 16h. O telefone é 3585 3171.

Plantios feitos em via pública ou em áreas privadas entrarão na conta das 100 mil árvores. Quem quiser plantar em área pública precisa pedir autorização da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, para que haja escolha da espécie mais adequada ao local.

Já os plantios dentro de áreas privadas podem ser feitos sem restrições.