Geral

Volta às aulas: crianças ganham a oportunidade de começar a frequentar as creches

Crianças e estudantes da rede municipal de ensino voltam às aulas nesta quarta-feira. - Na imagem, Murilo Manfré, de 4 meses com a irmã, Larissa, de dois anos. (Foto: Lucilia Guimarães/SMCS)

Esta quarta-feira (12/2) é dia de volta às aulas para mais de 140 mil crianças e estudantes da rede municipal de ensino. É hora de retomar os estudos e rever os amigos nas escolas, Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) e Centros de Educação Infantil (CEIs) contratados. Ou estrear na creche, como é o caso do Murilo Manfré, de 4 meses. Ele conseguiu vaga no CEI Brinquedo e Companhia, no bairro Cabral, onde também está matriculada a irmã, Larissa, de 2 anos.

“O Murilo está indo pra escolinha desde o último dia 20, para adaptação. Tem sido tranquilo, estou muito feliz, eu trabalho e estava esperando desde o ano passado, realmente precisava da vaga”, comemora a mãe, Rosângela Manfré de Paula.

Ela está feliz por ter conseguido vagas para os dois filhos na mesma unidade. "É perto do meu trabalho, assim fica bem mais fácil”, conta.

Rosângela gostou da infraestrutura da escola, que tem ambientes seguros e estimulantes para as crianças, e da equipe. “A estrutura é muito boa, o atendimento é ótimo, fiquei encantada com o berçário”, afirma.

Este ano, a Prefeitura deverá atender cerca de 50 mil crianças na educação infantil. A ampliação do atendimento é possível graças ao convênio com mais CEIs contratados - que acolherão, juntos, cerca de oito mil crianças.

“Essa parceria com as escolas particulares só veio engrandecer o atendimento prestado em Curitiba e assim os pais ficam tranquilos”, comenta Rosângela.

Além da ampliação do atendimento com os CEIs contratados, foram entregues novos CMEIs e feito o chamamento de novos profissionais, o que permite a abertura de novas turmas na rede municipal.

As instituições contratadas estão distribuídas em todas as regiões da cidade. As matrículas novas estão sendo direcionadas conforme cadastro e indicação das unidades feita pelas famílias nocadastro online.

A secretária municipal da Educação, Maria Sílvia Bacila, afirma que as novas unidades contratadas trazem mais oportunidades às ações de atendimento à educação infantil da Prefeitura.

“Educação de qualidade é nossa prioridade. Elevamos este ano o valor pago às conveniadas e este novo edital proíbe qualquer valor cobrado dos pais ou responsáveis pelas crianças encaminhadas pela Prefeitura”, explica Maria Sílvia.

Berçário e maternal

A Prefeitura está ampliando a oferta de vagas em creches para os pequenos de 0 a 3 anos. Devido à ampliação do tempo necessário para efetivação das matrículas, parte das crianças que conseguiram vagas em creches recentemente pelo cadastro online começarão a frequentar as unidades no dia 19 de fevereiro.

“Isso porque o prazo para distribuição das matrículas nos novos CEIs contratados se estendeu”, explica a diretora do Departamento de Educação Infantil, Kelen Patrícia Collarino.

As crianças que já eram atendidas em 2019 iniciam o ano letivo normalmente na próxima quarta-feira, dia 12. Já parte das crianças novas, de turmas de berçário e maternal, chamadas pelo cadastro online, começam no dia 19.

Kelen ressalta que essa organização facilita a rotina das unidades, que poderão recepcionar as crianças que já frequentavam o CEI e depois receberão as novas matriculadas.

CMEIs

Desde 2017, já foram colocados em funcionamento 16 CMEIs na cidade. Doze tinham sido inaugurados pela gestão anterior, mas sem condições de atendimento, por falta de infraestrutura e de profissionais.

Além de profissionais da educação chamados para compor as equipes, foram adquiridos móveis, eletroeletrônicos, cobertores, colchonetes, brinquedos, livros, materiais didáticos e pedagógicos e instalação de parques.

Obras

Nas semanas que antecederam o retorno dos estudantes, a Secretaria Municipal da Educação realizou uma série de obras em 35 unidades, que recebem serviços manutenção e adequação em banheiros, calçadas, muros, telhados, redes elétricas e de gás, além de pintura, roçadas e limpeza.

Ao todo, pelo programa Escola Bem-Cuidada, a Prefeitura de Curitiba já investiu cerca de R$ 48 milhões em manutenção e equipamentos, desde 2017.

Trânsito

Os preparativos para a volta às aulas também incluem orientação aos motoristas por parte da Superintendência de Trânsito (Setran), pois o movimento e a concentração de veículos aumentam com a abertura do ano letivo nas proximidades de escolas e creches.

Recesso em julho

O recesso será a partir de 1º de julho para os estudantes e as aulas serão retomadas em 20 de julho. O ano letivo de 2020 termina no dia 18 de dezembro.