Política

"Vou gastar tudo que tenho direito, até o último centavo", diz Frota sobre denúncia de jantar de R$ 3,6 mil

Criticado por um de seus eleitores sobre o gasto abusivo, Frota responde, também pelo Twitter: "Foda-se o que você acha". Quando foi questionado pela reportagem limitou-se a falar sobre desejos libidinosos

Pelo Twitter, o deputado federal Alexandre Frota tratou com deboche a exposição de uma de suas notas de reembolso pela Câmara dos Deputados de R$ 3,6 mil em jantar regado a bebidas e aos manjares do Planalto Central no Hotel Nacional, em Brasília no dia 3 de outubro.


A reportagem do Agora Paraná mostrou com exclusividade que além desse jantar, Frota é cliente assíduo da churrascaria Fogo de Chão na capital Federal, local em que apresentou 14 notas aos contribuintes brasileiros. Questionado por um de seus eleitores sobre o gasto, também pelas redes sociais, Alexandre Frota foi direto em sua resposta. "Foda-se o que você pensa", disse o deputado pelas redes sociais. 


Frota também entrou em contato com o jornalista Oswaldo Eustáquio, que assina esta coluna, através de uma mensagem direta pelo Twitter. "Oswaldo só para seu conhecimento legalmente vou gastar tudo o que tiver direito. Então faça o que quiser. Vou gastar até o último centavo", disse o deputado. 
O deputado Alexandre Frota, já não atua mais como ator pornográfico, mas a promiscuidade não saiu dele. A maioria dos seus posts falam em "dar ou comer". Após o questionamento sobre os gastos e sobre seus posicionamentos nas redes sociais, Frota limitou-se a responder: "Você quer dar a bunda pra mim ou é um tesão passageiro?". A fissura de Frota por sexo e promiscuidade cegaram o parlamentar que é a referência no Congresso Nacional na CPMI das Fake News, que vai utilizar dinheiro público para dar palco para o sodomita Alexandre Frota.