Prefeitura recebe doação de livros sobre administração financeira

Disciplina. Organização. Planejamento. Essa receita simples, contida no livro Rico Pobre: A Diferença não é o Dinheiro, do autor Carlos Air Severo Machado, é o fator determinante para o sucesso na administração financeira pessoal. O autor doou 150 exemplares para os Faróis do Saber e foi recebido nesta quinta-feira (14/10) pelo prefeito Rafael Greca e pela secretária municipal da Educação, Maria Sílvia Bacila, no Palácio Solar 29 de Março.

“A educação financeira está presente na educação dos curitibinhas, eles têm lições tanto na TV Escola Curitiba como agora, com o retorno presencial”, disse o prefeito.

Carlos Machado explica que os hábitos e costumes são fundamentais. “Liberdade financeira não é ter milhões na conta bancária. É saber gerir o dinheiro que chega até você”, resumiu, destacando que os hábitos fazem toda a diferença na administração do dinheiro.

Carlos começou a trabalhar aos 11 anos, informalmente. Antes de completar 20 anos, acabou endividado. “A partir daí, fui estudar educação financeira, e o livro surgiu. Quero escrever mais dois”, contou Carlos.

A secretária explicou que a educação financeira na rede municipal de ensino contempla tanto as crianças da educação infantil quanto do ensino fundamental. “Temos o projeto Mãos na Massa, de economia doméstica, inclusive com ateliês nas escolas”, citou Maria Sílvia.

Também esteve presente o empresário Abílio Santana, da Hellograf, que imprimiu os exemplares.

Faróis do Saber

Os Faróis do Saber reabriram para empréstimos de livros em agosto, com a melhora nos índices da pandemia na cidade. Mas, agora, com cuidados reforçados.

As unidades têm álcool em gel disponível e, é necessário respeitar o distanciamento, evitando aglomerações. Há também sinalizações no piso para orientar os frequentadores.

A circulação dentro do farol será apenas permitida aos agentes de leitura e o material emprestado fica em `quarentena´ por 15 dias e é higienizado antes de voltar às estantes.

Veja os novos cuidados

– A circulação na biblioteca e o acesso ao acervo para consulta aos títulos disponíveis para empréstimo será limitado ao agente de leitura.

– O empréstimo será somente dos livros com película fílmica.

– Não será necessária a apresentação da carteirinha, o frequentador deverá somente informar seus dados ao agente de leitura para registrar o empréstimo no Sistema Municipal de Bibliotecas.

– É recomendado que o frequentador utilize álcool em gel, antes e depois do empréstimo.

– O material devolvido deve ser colocado direto na caixa de papelão, evitando manuseio pelo funcionário. Mantendo em `quarentena´ por 15 dias os livros recolhidos, após esse período as capas serão higienizadas com álcool 70% e os livros recolocados nas estantes.