Campanha reforça que idosos vacinados têm que manter uso da máscara e distanciamento

Mesmo que grande parte da população idosa paranaense já tenha sido vacinada contra a Covid-19, ainda não é hora de relaxar com os cuidados que evitam a disseminação do novo coronavírus. É o que reforça uma campanha desenvolvida pela Secretaria de Estado da Saúde para ser divulgada nas redes sociais. A peça contém ilustrações com situações cotidianas que devem ser seguidas pelos idosos e seus familiares.

Essa atenção é necessária porque, mesmo que a vacina ofereça uma grande proteção contra a Covid-19, principalmente nos casos mais graves da doença, a pessoa vacinada ainda pode contrair e disseminar o vírus. Além disso, a resposta do sistema imunológico só estará completa um mês após a aplicação das duas doses do imunizante, e enquanto a maioria da população não estiver vacinada a possibilidade de contaminação ainda existe.

“Neste momento em que o Paraná está finalizando a aplicação da segunda dose da vacina contra a Covid-19 nos idosos, por meio do trabalho incansável das equipes municipais, temos que reforçar que todos os cuidados sejam mantidos para evitar a transmissão do vírus para essas pessoas, que são sempre as mais suscetíveis a casos graves e a óbitos”, afirma a diretora de Atenção e Vigilância em Saúde, Maria Goretti David Lopes.

Ela explica que ainda é necessário que os familiares mantenham o distanciamento físico, o uso de máscara e a higienização frequente das mãos. “São medidas que devem continuar sendo tomadas até que possamos vacinar em torno de 60% a 70% da população paranaense. Todo cuidado é pouco, ainda não encerramos a pandemia e precisamos, mesmo com a vacinação, manter os cuidados de prevenção”, completa.

CUIDADOS ESSENCIAIS 

Aqueles cuidados essenciais, que são divulgados desde o início da pandemia de Covid-19, precisam ser mantidos: o uso de máscara sempre cobrindo completamente o nariz e a boca, o distanciamento de pelo menos dois metros de distância entre pessoas que não moram na mesma casa, manter os ambientes sempre bem ventilados, evitar reuniões e encontros entre as pessoas, principalmente em locais com pouca ventilação, lavar as mãos frequentemente ou usar álcool gel 70% e a limpeza e desinfecção de objetos que são usados frequentemente. 

VACINAÇÃO 

Até esta quarta-feira (19), cerca de 93% das pessoas com 60 anos ou mais tinham recebido a primeira dose da vacina do Paraná, sendo que metade delas completou o ciclo vacinal, com a aplicação das duas doses. O Vacinômetro da Secretaria da Saúde mostra, também, que entre a população com mais de 70 anos, 95% foi vacinada com a primeira dose, sendo que 82% está com o ciclo vacinal completo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *