CNTA recebe Campeonato Paranaense de Atletismo Sub-20 em evento-teste

O Centro Nacional de Treinamento de Atletismo (CNTA), localizado em Cascavel, recebeu neste fim de semana a sua primeira competição oficial. O evento-teste foi o 54º Campeonato Paranaense de Atletismo Sub-20, realizado pela Federação de Atletismo do Paraná (FAP). A intenção foi avaliar o complexo esportivo em funcionamento e também testar os protocolos sanitários para a realização de provas no local e em outras instalações no Estado.

Segundo o superintendente do Esporte, Helio Wirbiski, o resultado foi um sucesso. “O evento reuniu 180 atletas, recordes batidos e, principalmente, o protocolo de saúde foi aprovado”, disse. Uma ação fundamental, segundo avaliação do superintendente, para que seja mais segura e bem planejada a retomada do esporte paranaense.

O evento não contou apenas com atletas federados no Paraná. Competidores de outros estados também puderam participaram. O campeonato foi a última possibilidade para obtenção de índice para o Mundial Sub-20 da modalidade, que acontece no mês de agosto em Nairobi, capital do Quênia.

Quem conseguiu a vaga foi Gabriel Luiz Boza (Memorial/Santos/Fupes), no salto em distância, com a impressionante marca de 7,90 metros. É a melhor do ano, o que fez Boza, natural de São José dos Pinhais, assumir a liderança do ranking mundial sub-20. Para se ter uma ideia, o recorde mundial feminino adulto da prova é de 7,52m, de Galina Chistyakova, conseguido em 1988, defendendo a antiga União Soviética. No masculino adulto, quem detém a melhor marca do planeta é o americano Mike Powell, com feito realizado em 1991.

As disputas em Cascavel ainda registraram três índices para o Campeonato Pan-Americano de Atletismo Sub-20, um recorde estadual na faixa etária e outros cinco recordes da competição.

SUL-AMERICANO – Wirbiski confirmou também que, em reunião com a equipe da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), ficou definido que o CNTA receberá em 2021 o Campeonato Sul-Americano de Atletismo. A previsão é que ele aconteça entre os dias 27 e 30 de maio.

O chefe do polo regional de Cascavel da Superintendência do Esporte, Jeferson Lazaro Alves, comemorou a confirmação da vinda da competição internacional para o local. “Isso mostra como o CNTA já está se tornando um espaço esportivo importante não só para a nossa região de Cascavel, mas também para todo o Estado”, afirmou.

ESTRUTURA – O CNTA tem gestão compartilhada do Governo do Estado, por meio da Superintendência Geral do Esporte, com a prefeitura de Cascavel. Foi erguido em um terreno de 86,2 mil metros quadrados e conta com quase 8 mil metros quadrados de área construída.

O complexo tem uma pista externa emborrachada que foi importada da Alemanha, com as especificações chanceladas pela Federação Internacional de Atletismo (IAAF, sigla em inglês), pista de aquecimento coberta de 100 metros, arquibancada coberta para mil pessoas (por ora fechada ao público em virtude da pandemia), academia, auditório, piscina aquecida e alojamento para cem atletas.

Também abriga uma estrutura de treinamento e acompanhamento médico, odontológico e psicológico, bem como de nutrição, fisiologia esportiva e equipamentos de última geração. O investimento foi de R$ 22 milhões, sendo R$ 16 milhões repassados pelo governo federal e R$ 6 milhões pelo Governo do Estado.

PRESENÇAS – Prestigiaram a competição o prefeito de Cascavel, Leonaldo Paranhos, e o vice, Renato Silva; o deputado estadual Marcio Pacheco; o presidente da Confederação Brasileira de Atletismo, Wlamir Motta; o presidente da Federação de Atletismo do Paraná, Ubiratan Martins Junior, o Bira; o secretário municipal de Cultura e Esportes, Luiz Ernesto Meyer Pereira; e o presidente da Fundação de Municipal de Esportes (FMEC), Edson Queiroz.