Estado promove ação de conscientização sobre exploração sexual de crianças e adolescentes

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, promove nesta terça-feira, 18 de maio, Dia Nacional de Enfrentamento ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, uma ação nas ruas de Curitiba de fiscalização e orientação para conscientização sobre o tema.

Serão distribuídos panfletos, cartazes e exemplares do Estatuto da Criança e do Adolescente para incentivar a população a denunciar toda e qualquer violência contra crianças e adolescentes. Na semana passada o evento aconteceu em cidades do Interior do Estado.

A ação é realizada pelo Departamento de Justiça e a Força-Tarefa Infância Segura, em parceria da Polícia Militar. Todos os cuidados sanitários serão seguidos.

“A orientação determinada é para reforçar ações de prevenção e coibir a violência contra nossas crianças e adolescentes”, afirmou Silvio Jardim, chefe do Departamento da Justiça da secretaria.

Ele lembra que 18 de maio é um dia emblemático para todo o País. “Não podemos mudar o que aconteceu, mas podemos trabalhar para que outras crianças não sejam vítimas desta violência. Por isso, a parceria da Secretaria de Justiça com a Secretaria de Segurança e Polícia Militar do Paraná para realizar ações integradas de conscientização e enfrentamento”, afirmou.

A escolha da data se deve ao assassinato de Araceli, uma menina de oito anos morta por jovens de classe média alta, no dia 18 de maio de 1973, em Vitória (ES). Esse crime, apesar de sua natureza hedionda, até hoje permanece impune.

MAIO FORTIS 

A ação faz parte da Temporada Maio Fortis, mês em que acontecerão diversos eventos organizados pelo Departamento de Justiça da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho, tendo como foco principal a proteção da criança e adolescente.

Na última semana foi realizada uma ação conjunta com os 22 Escritórios Regionais da pasta para sensibilizar e conscientizar a sociedade contra a violência infantil, principalmente nesse momento de isolamento social ocasionado pela pandemia do coronavírus. Foram distribuídas cartilhas, folders, cartazes e guias para orientação de como fazer a denúncia em todas as regiões do Estado.

As denúncias podem ser feitas através do número de telefone 181 ou pela internet através do email infanciasegura@sejuf.pr.gov.br ou do link http://www.infanciasegura.pr.gov.br/denuncia_fortis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *