Governo libera R$ 2,5 milhões para obras no Hospital Evangélico de Londrina

O Governo do Estado liberou R$ 2,5 milhões para a obra de infraestrutura do Hospital Evangélico de Londrina nesta sexta-feira (2). A unidade aguarda há 36 anos a adequação de engenharia com um elevador e uma escada de acesso de segurança, facilitadora do transporte de pacientes e saída de emergência.

O secretário estadual da Saúde, Beto Preto, esteve nas instalações e destacou a importância dos investimentos, lembrando que há cerca de 40 anos o Evangélico não formalizava um convênio com o Estado.

“Um hospital importantíssimo, como é o Evangélico, aguardava há muito tempo por estas obras para modernizar e colocar o hospital no século 21, cumprindo todas as normas de adequação exigidas pelo Corpo de Bombeiros e Vigilância Sanitária”, disse. “Certamente, é mais conforto e segurança para as pessoas que trabalham aqui e também para os pacientes”.

A obra tem contrapartida de R$ 500 mil do Hospital Evangélico, que recebe um fluxo diário de aproximadamente 5 mil pessoas e é referência na Região Norte do Paraná, sendo 60% dos atendimentos no Pronto-Socorro, apenas pelo Sistema Único de Saúde.

O diretor-executivo do HE, Lincoln Vieira Magalhães, destacou a iniciativa. “Um momento histórico, que vai garantir a segurança do paciente, numa obra de muita qualidade”, disse.

Em Londrina, o secretário Beto Preto ainda visitou a Santa Casa e o Hospital do Câncer para tratar de novas parcerias e ações, especialmente na política de atendimento do pós-pandemia.

“Em Londrina temos uma robusta estrutura de saúde e por isso mesmo é fundamental que a gente pense em ampliar serviços à população. Fiquei muito contente em saber que gestores hospitalares estão alinhados com as metas de fortalecimento do atendimento”, avaliou o secretário.

PRESENÇAS – Participaram da reunião a superintendente do Evangélico, Lourdes Marques; o diretor-geral da Secretaria da Saúde, Nestor Werner Junior; a diretora de Atenção e Vigilância em Saúde, Maria Goretti David Lopes; a diretora Regional de Saúde de Londrina, Maria Lúcia Lopes; e os deputados estaduais Tercílio Turini e Cobra Repórter.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *