Manual do IDR-Paraná orienta secretários municipais sobre estrutura e ações do Estado

As lideranças municipais do Paraná podem consultar a partir desta quinta-feira (22) o Manual do Secretário, cartilha que tem como objetivo orientar secretários sobre a estrutura, ações e programas da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento, vinculadas e demais órgãos que atuam no desenvolvimento do setor. A publicação produzida pelo IDR-PR foi lançada em Cascavel, na sede da Amop — Associação dos Municípios da Região Oeste do Paraná, parceira na iniciativa.

O manual foi elaborado pela regional Oeste do IDR-PR, de acordo com levantamento das demandas da região, mas pode ser consultado por por demais interessados (acesse AQUI).

O secretário estadual da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara, aproveitou para esclarecer dúvidas sobre os programas para o desenvolvimento do agro paranaense, como o Banco do Agricultor e o Coopera Paraná.

Também destacou a força das políticas pela segurança alimentar e nutricional, melhorias em estradas rurais e os trabalhos pela saúde do rebanho paranaense. “Queremos somar esforços e construir agendas comuns. Fortalecer essa relação entre Estado e municípios faz bem para um modelo mais elevado de agricultura”, disse.

“Nós, como gestores municipais, precisamos estar em sintonia com o governo para apresentar as demandas de cada região”, disse o presidente da Amop e prefeito de Cascavel, Leonaldo Paranhos.

PESQUISA E EXTENSÃO – O presidente do IDR-Paraná, Natalino Avance de Souza, destacou a importância da assistência técnica e da extensão rural para o desenvolvimento dos municípios. “Estamos em diálogo com os prefeitos. É importante conversar para sintonizar os projetos importantes e atuar de maneira integrada. Somos o braço do Estado no campo”, disse.

Souza ressaltou ainda a criação de conselhos consultivos nas mesorregiões para entender os anseios locais, e parabenizou a iniciativa de oferecer  apoio aos secretários por meio do Manual.

CONSELHOS – O presidente da Adapar, Otamir Cesar Martins, reforçou a importância dos Conselhos Municipais de Sanidade Agropecuária, para garantir a saúde do rebanho e proteger os negócios dos produtores, principalmente com o novo status internacional do Paraná de área livre de febe aftosa sem vacinação.

“Quando a gente retira a vacina, isso vai exigir de nós um trabalho efetivo de vigilância. Precisamos impedir a entrada da doença para manter o status. Os conselhos só serão fortes com a participação de todos nesse trabalho”, esclareceu.

PRESENÇAS – Também participaram do lançamento o secretário estadual da Saúde, Beto Preto; o chefe do núcleo regional de Cascavel, Manoel Chaves; o chefe do núcleo regional de Toledo, Paulo Salesse; a supervisora da Adapar de Cascavel, Odete Volz Medeiros; o supervisor da Adapar de Toledo, Antonio Carlos Dezaneti; o gerente regional do IDR-Paraná de Campo Mourão, Jairo Martins de Quadros; a coordenadora estadual do Programa de Agroindústria do IDR-Paraná, Karolline Marques da Silva; e o gerente regional do IDR-Paraná de Cascavel, José Lindomir Pezenti.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *