Paraná é o segundo estado que mais aplicou a segunda dose da vacina contra a Covid-19

O Paraná é o segundo estado que, proporcionalmente, mais aplicou a segunda dose da vacina contra a Covid-19. Levantamento do Consórcio de Veículos de Imprensa, divulgado pelo portal G1, mostra que 9,4% dos paranaenses já completaram o esquema vacinal. Com essa porcentagem, o Estado fica atrás apenas de São Paulo, onde 10,71% da população recebeu as duas doses dos imunizantes.

De acordo com o consórcio, até a quarta-feira (12), o Paraná tinha aplicado um total de 3.132.592 de doses, das quais 1.083.000 eram da segunda aplicação. Além disso, até então, 2.049.592 paranaenses haviam recebido a primeira dose do imunizante, o que representa 17,8% da população do Estado.

No recorte de números absolutos de doses aplicadas, o Paraná ocupa a quinta posição entre as 27 unidades da Federação. No Brasil, 17,57% da população recebeu pelo menos uma dose do imunizante, sendo que 8,81% dos brasileiros completaram o ciclo vacinal.

O governador Carlos Massa Ratinho Junior ressaltou que o Paraná lançou diferentes estratégias para atingir o maior número de pessoas imunizadas, incluindo a vacinação de domingo a domingo e horários estendido em salas espalhadas pelo Estado.

“A notícia de que o Paraná é o segundo estado em que a população já está de fato imunizada contra a Covid-19 nos dá bastante alegria, mostra que estamos comprometidos com a vacinação”, afirmou o governador, durante agenda nesta quinta-feira (13) em Arapongas, no Norte do Paraná.

Ratinho Junior também elogiou o trabalho feito pelos trabalhadores que estão na linha de frente da saúde, seja atendendo os pacientes ou responsáveis pela vacinação nos municípios. “Todo o mérito de combate à pandemia é dos profissionais da saúde, que estão trabalhando 24 horas por dia, há mais de um ano, para fazer esse enfrentamento”, disse. “Essa campanha de vacinação é muito importante e estamos na luta para que todos os paranaenses sejam vacinados”.

O governador explicou que as vacinas que Ministério da Saúde encaminha ao Estado são proporcionais à população que será atendida na respectiva fase da vacinação. Esse é o motivo pelo qual o Paraná recebeu menos doses que o Rio Grande do Sul, estado que tem uma população equivalente à paranaense, mas com um público idoso maior.

“O Paraná tem mais habitantes que o Rio Grande do Sul, que é um estado muito parecido conosco em termos de população. Mas eles têm 300 mil idosos a mais, de acordo com o IBGE, e acabaram recebendo, proporcionalmente, mais doses em um primeiro momento”, ressaltou. “Conforme vai baixando a idade do público vacinado, o Paraná acabará aumentando a população vacinada”.

VACINÔMETRO 

O Vacinômetro da Secretaria de Estado da Saúde mostra que o Estado já ampliou o número de pessoas imunizadas. Até as 17h30 desta quinta-feira, 2.080.122 pessoas tinham recebido a primeira dose e 1.088.804 completaram o esquema vacinal. Isso representa 18,8% e 9,8% da população, respectivamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *