Michel Temer ”O Pacificador” dos Três Poderes

Após as crises entre os poderes em Brasília, Michel Temer volta à luz na politica no Brasil, desde sua saída da presidência da republica em 2018, pouco se ouviu falar de Temer. Mas eis que o ” Pacificador” volta a tona, ninguém imaginaria que ex-presidente seria a chave de importância nesse processo da maior crise politica do Brasil. O ex-presidente apareceu nesse governo por 2 vezes, a primeira foi na missão de enviado ao Líbano, Temer chefiou a missão oficial, após explosão do porto de Beirute em 2020.

A segunda aparição importante de Temer, foi em meio a crise do executivo e do judiciário, Bolsonaro rodeado de ministros ignorou a todos e mandou um avião da FAB buscar o ex-presidente. Única pessoa no Brasil que o Ministro Alexandre de Moraes ouve, pelo simples motivo, Michel Temer o indicou ao STF, Moraes é o menino que ganhou o coração da família Temer pela lealdade com a família. Após as quatro horas de conversas e acordos entre Bolsonaro e Temer muitas coisas começaram a mudar, o comportamento de Bolsonaro ao STF já é notório a todos.

O que nos indica que nesse acordo muitas coisas irão mudar rumo desse governo, Temer volta ao jogo muito forte e com credibilidade com a população e o governo. Mas isso tem um preço, em Brasília não existe “almoço grátis”, dentro das quatro linhas da constituição um conhecido nome terá que sentar a mesa, Temer fará parte do governo agora, nos bastidores afirmaram que em uns dos pontos do acordo, teremos a indicação do vice-presidente de Bolsonaro pelas mãos de Temer, a aliança nesse acordo ainda vai mais longe, Bolsonaro terá que ajudar Temer a ser deputado federal por SP, e no próximo Binário indicá-lo a presidência da Câmara dos Deputados em Brasília. Com Temer o almoço é caro.

Michel Temer tem uma característica, atua em silêncio, mas suas ações fazem muito barulho, Bolsonaro irá aprender fazer política em alto nível ao lado de Temer, sabemos que militares não sabem fazer política, a troca de Ramos por Ciro Nogueira aponta isso. O jogo ficou muito bom para o Bolsonaro, com seu algoz Moraes pacificado por Temer, agora a próxima indicação ao STF, será uma indicação compartilhada com Temer. A vida política futura do ex-presidente Michel Temer já esta desenhada. Deputado federal por SP, próximo presidente da Câmara dos Deputados, indicará em conjunto o próximos ministros do STF, lembrando que Moraes será o próximo ministro do TSE. Michel Temer não é apenas um pacificador é um GRAN MESTRE.

Texto: Hugo Alves/ Hora Brasília 

Edição: Agora Paraná