Hospitais e Defesa Civil integram protocolos para gestão de risco

Como se preparar e fazer gestão de riscos em eventual situação de emergência foi o tema de palestra da Defesa Civil Municipal para a rede de cerca de 30 instituições que integram o Plano de Auxílio Mútuo dos Hospitais (PAM Hospitais), nesta quarta-feira (4/3).

Foi a segunda reunião de organização da rede, voltada especificamente para hospitais da capital. O foco do PAM é integar protocolos e treinamentos para que os hospitais da cidade estejam aptos a prestar auxílio mútuo, rápido e eficaz em casos de situações de emergência que extrapolem a capacidade de atendimento individual, como um incêndio, alagamento e destruição das estruturas após chuvas intensas.

A ocasião também marcou a aprovação do Estatuto do PAM Hospitais, com eleição da coordenação geral e ocupação de cargos. A presidência do PAM Hospitais ficou com o Hospital São Vicente, que foi a primeira instituição com a qual a Defesa Civil do município começou a delinear a estruturação do PAM, ainda em 2019. 

A vice-presidência será ocupada pelo Hospital Nossa Senhora das Graças; a 1ª secretaria com o Hospital Cruz Vermelha; a 2ª secretaria com o Hospital Marcelino Champagnat/Cajuru; Relações Públicas com o Hospital Zilda Arns; e Comunicação Social com o Hospital Santa Casa. Pelo estatuto, os mandatos são de dois anos.

Próximo passo

Plano de emergência será o foco do próximo encontro, marcado para o dia 1º de abril no Hospital Cruz Vermelha. A intenção da Defesa Civil é fazer estudos de caso e trocar experiência entre as instituições.

Na primeira reunião, que aconteceu no mês de fevereiro, as instituições conheceram o Centro Municipal de Gerenciamento de Riscos e Desastres.

Instituições interessadas em integrar o PAM dos Hospitais podem entrar em contato com a Defesa Civil pelo email defesacivil@curitiba.pr.gov.br.