Deputados lamentam a morte do ex-governador Jaime Lerner

O presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Ademar Traiano (PSDB), lamentou a morte do arquiteto e urbanista, ex-prefeito de Curitiba e ex-governador do Paraná, Jaime Lerner (83), ocorrida na manhã desta quinta-feira (27) na capital paranaense.

Lerner estava internado desde o dia 21 após apresentar um quadro febril e veio a óbito em decorrência de complicações de doença renal crônica, informou o Hospital Universitário Evangélico Mackenzie.

“Hoje o Paraná está vivendo um dia de muita tristeza. Perdemos um excepcional homem público, governador do Estado por duas vezes, prefeito da capital. Uma memória viva do mundo cultural e, principalmente, na profissão que exerceu como arquiteto. Uma referência em todo o mundo, premiado e que nos deixa no dia de hoje. Ele deixa um legado histórico no estado do Paraná e com certeza marcará época. Lerner foi uma das grandes figuras que o conheceu. O Paraná está mais triste”, disse Traiano.

A deputada Cantora Mara Lima (PSC), disse que “o dia amanheceu triste com o falecimento do ex-prefeito de Curitiba e ex-governador do Paraná, Jaime Lerner”, e lembrou que “durante a carreira, ele obteve vários prêmios de arquitetura e proferiu importantes conferências internacionais. Um líder que trabalhou incansavelmente pelo nosso povo. Meus sinceros sentimentos à família e amigos”.

O deputado Delegado Francischini (PSL), disse que é “uma notícia triste nesta manhã sobre a morte do ex-governador do Paraná, Jaime Lerner. Arquiteto de formação, prefeito por três vezes de Curitiba, sendo eleito em uma delas com uma campanha icônica de apenas 12 dias. Deixou um legado especial para a cidade, com a implantação do sistema integrado de transporte público e obras que lhe garantiram prestígio internacional e mais qualidade de vida à população. Fica aqui nosso reconhecimento e sentimentos à família”.

“Jaime Lerner se foi, mas nos deixa uma história muito bonita. Tenho certeza de que muitas pessoas têm o mesmo sentimento que eu, e que também gostariam de prestar homenagens a este grande arquiteto, urbanista, prefeito de Curitiba e governador do Paraná. Entre tantas coisas, Lerner foi um estadista e sempre governou olhando para o futuro. Descanse em paz, Jaime!”, disse o deputado Luiz Carlos Martins (PP).

O deputado Plauto Miró (DEM) lembrou que “em cada canto do Paraná existe uma marca deixada por ele. Nas ideias, conceitos e em obras. Um homem que transformou o Paraná e que registrou seu nome na história. É com tristeza que hoje nos despedimos de Jaime Lerner, que antes de tudo foi um grande amigo! Vá em paz”.

“Hoje perdemos uma referência importante para nossa política. Jaime Lerner foi uma pessoa de importância incontestável para o Paraná. Que Deus conforte a família e os amigos”, disse o deputado Tião Medeiros (PTB).

O deputado Alexandre Amaro (Republicanos) disse que o “Paraná está em luto. Nossos sentimentos à família do ex-governador Jaime Lerner”. Da mesma forma o deputado Gilberto Ribeiro (PP). “O Paraná está em luto. Nossos sentimentos aos familiares e amigos”. A deputada Cristina Silvestri (CDN) disse ser “uma grande perda para o estado! Solidariedade à família e amigos”.

O líder do Governo na Assembleia, deputado Hussein Bakri (PSD) declarou: “Em tempos tão difíceis, o Paraná perde hoje um dos seus maiores expoentes. Ex-prefeito de Curitiba e ex-governador do Estado, Jaime Lerner sempre foi referência em tudo o que fez, na política, na arquitetura e no urbanismo. Levou o nome da nossa Capital para o mundo como cidade modelo em áreas como transporte público e meio ambiente. Meus sentimentos aos familiares e aos amigos!”.

O deputado Paulo Litro (PSDB) lembrou de uma passagem em 2001, ainda criança, quando acompanhou o então governador na inauguração da Pequena Central Hidrelétrica de Foz do Chopim, em Cruzeiro do Iguaçu e disse: “Hoje perdemos um dos grandes nomes da política e arquitetura do Paraná com o falecimento do ex-governador e ex-prefeito de Curitiba, Jaime Lerner. Referência internacional pelo seu trabalho como arquiteto e urbanista, deixa um legado de avanços estruturais que serviram de modelo e foram replicados em diversos locais do mundo, como a criação dos corredores exclusivos para ônibus e transporte público integrado que implantou em nossa capital durante a sua gestão”.

Já a deputada licenciada Maria Victoria (PP) lembrou de uma passagem recente com o ex-governador a quem ela considera um mentor. “Jaime Lerner foi mais que um amigo, foi um mentor e um ídolo! Lerner mudou os rumos da história do Paraná e de Curitiba e não é exagero dizer que as grandes mudanças que ele promoveu viraram referências no mundo. Quantos momentos eu guardarei com carinho Jaime! Obrigada por tanto! Descanse em paz, seu legado é eterno!”.

O deputado Nelson Luersen (PDT) lembrou do tempo que era prefeito e Lerner governador do Estado. “Eu tive a felicidade de ser prefeito quando ele era governador, e sempre nos atendia com muito carinho e muito respeito. Tanto ele como sua saudosa esposa, Fani Lerner. Este grande cidadão levou o nome do nosso estado para o mundo inteiro. Era um grande urbanista e um dos cidadãos mais notórios do Paraná e do mundo, e deixa, além de muito orgulho, um grande legado”.

Trajetória – Arquiteto e Urbanista, Lerner foi prefeito de Curitiba por três vezes, depois governador do Paraná entre os anos de 1995 e 2002. Se destacou nacional e internacionalmente pelos projetos de planejamento urbano que desenvolveu em Curitiba, em especial o sistema de transporte coletivo que se tornou exemplo para muitas cidades no Brasil e no mundo, com as canaletas exclusivas para a circulação dos ônibus (BRTs) e também a criação de terminais para a integração entre as linhas de transporte.

No Governo do Estado, Lerner foi responsável pela criação do ‘Anel de Integração’, que concedeu as principais rodovias do Paraná à iniciativa privada; e também por tornar o estado um polo da indústria automobilística, atraindo diversas montadoras multinacionais que se instalaram após receber incentivos fiscais do Estado.

Lerner foi casado com Fani Lerner, que faleceu em 2009, e teve duas filhas, Ilana e Andrea.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *