Itaipu homenageia voluntários do Observatório Social de Foz do Iguaçu

A atuação voluntária dos integrantes do Grupo de Trabalho de Obras (GT Obras) do Observatório Social Brasileiro de Foz do Iguaçu (OSB-FI) foi homenageada pela diretoria da Itaipu em café da manhã na manhã desta terça-feira (25), no Centro Executivo da empresa. Empregados aposentados da usina de Itaipu fazem parte do grupo. Entre 2011 e 2020, o trabalho dos voluntários economizou mais de R$ 59 milhões para os cofres públicos de Foz do Iguaçu.

“Esse tipo de trabalho é um exercício de cidadania e nos faz acreditar ainda mais em nosso País”, disse o diretor-geral brasileiro da usina, general João Francisco Ferreira. “É como dizem: ‘não somos muitos, mas somos bons’, e vocês certamente são uma motivação a todos os brasileiros”. E lembrou: “Uma obra não é feita apenas por governos, mas por toda uma sociedade”.

O OSB-FI tem como objetivo acompanhar a administração pública do município, numa atuação preventiva e proativa, sempre com o intuito de colaborar para a melhoria da qualidade da gestão. É formado por voluntários que lutam por uma gestão transparente e eficaz da verba pública. 

Entre os aposentados de Itaipu do Observatório, Marco Aurélio Escobar, ex-superintendente de Obras, agradeceu as boas-vindas e disse estar feliz por “voltar à casa, onde trabalhou por mais de 35 anos. “O trabalho que fazemos no Observatório é muito gratificante, e uma recepção como essa nos enche de motivação para continuar nessa luta”, afirmou. 

O trabalho do GT Obras já rendeu dois prêmios nacionais: o 2º lugar no 7º Prêmio República de Valorização do Ministério Público Federal, na categoria Responsabilidade Social, e o 1º lugar no 2º Concurso Nacional de Boas Práticas do Observatório Social do Brasil, ambos em 2019.

Até 2020, o GT acompanhou mais de 30 obras, entre Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs), Centros de Atenção Psicossocial (Caps), Unidades Básicas de Saúde (UBS), Unidades de Valorização de Recicláveis (UVRs), obras de drenagem e pavimentação, reformas e ampliações de escolas, postos de saúde, entre outros.

O Observatório Social do Brasil foi implantado em Foz do Iguaçu em 2009 por líderes empresariais da região. O empresário Danilo Vendruscolo é o atual presidente da instituição e, no evento, reforçou a importância de ampliar o trabalho. “Esse time tem um conhecimento incontestável, mas precisamos propagar ainda mais essa ação do bem, em prol do coletivo”, disse ele. Ele também anunciou a criação de indicadores para embasar ainda mais o trabalho do grupo.

Voluntariado

Além do GT Obras, o Observatório Social de Foz do Iguaçu conta com os GTs Coleta Seletiva, Educação Fiscal, Patrimônio e Conselhos Municipais. Sua atuação é garantida através de mantenedores como associações, empresas e pessoas físicas. A organização não recebe nenhum investimento público e é totalmente apartidária.

Qualquer pessoa, com qualquer tipo de formação, pode contribuir. Para conhecer melhor o trabalho do Observatório, colaborar ou tornar-se voluntário(a), entre em contato pelo e-mail: fozdoiguacu@osbrasil.org.br ou pelos telefones (45) 3198-9185 / (45) 98823-5350. O site é https://fozdoiguacu.osbrasil.org.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *